Como Autenticar Cópias de Documentos

Conheça o passo-a-passo para autenticar documentos

Artigo publicado por Bruna nas categorias: Serviços, Variedades

A autenticação de documentos é um procedimento padrão e muito utilizado nas mais diversas situações. Trata-se do ato de conceder a uma cópia de um determinado documento o mesmo status dos documentos verdadeiros, através de uma verificação para comprovar que aquela cópia realmente foi feita a partir de um documento que pertença a pessoa.

Quando, por exemplo, as pessoas precisam disponibilizar o seu documento de identidade como parte de uma documentação anexa a um determinado contrato, a pessoa poderá tirar uma cópia e posteriormente autenticar a mesma, já que não seria possível que ela deixasse a sua carteira de identidade original como documento anexo ao contrato.

cópia de escritura

Quem autentica uma cópia

A autenticação da cópia de um determinado documento é feita apenas dentro de um cartório ou tabelionato que tenha as devidas autorizações para o mesmo. O tabelião responsável é que tem o poder de autenticar um documento, da mesma forma que também lhe cabe a obrigação de realmente garantir que neste processo não existe nenhuma fraude.

O que é preciso para autenticar uma cópia?

Para conseguir transformar uma cópia normal de um documento em uma cópia autenticada, a pessoa deve levar tanto a cópia quanto o documento original ao cartório ou tabelionato. É importante que seja a própria pessoa, dona do documento, que compareça ao local. Caso contrário, serão exigidos documentos que comprovem de que a terceira pessoa possa falar e representar a dona do documento.

Como é feita a cópia autenticada

O procedimento, na grande maioria dos casos, é simples e pode ser feito na grande maioria dos cartórios. Também não costuma ser um procedimento demorado.

Antes de mais nada, recomenda-se que as pessoas se dirijam a um cartório ou tabelionato onde já possua firma autenticada, ou seja, que tenha cadastro. Caso contrário será necessário passar por toda esta etapa para conseguir autenticar o seu documento.

Depois, basta apresentar o documento original e a cópia para o atendente, solicitando a autenticação. Na grande maioria dos estabelecimentos os clientes não precisam mais levar a cópia feita, já que e a mesma pode ser tirada e obtida na mesma hora.

Depois disso cabe ao funcionário do local atestar que a cópia é idêntica ao documento original que foi apresentado, sendo que para isso basta a verificação do profissional. Este procedimento geralmente é feito pelo atendente, que no cartório ganha a função de escrevente.

Depois de atestada a validade e autenticidade do documento e da cópia, ele cola um selo de autenticidade, juntamente com um carimbo. O tabelião ou o escrevente ainda precisa assinar em cima do local carimbado para finalizar o processo de autenticação.

Cuidados e avisos

É importante salientar que este não é um procedimento gratuito e que as pessoas terão que pagar o valor de acordo com a tabela do cartório ou do tabelionato. Além disso, o tabelião ou o escrevente podem negar um determinado documento ou uma determinada cópia se ela apresentar qualquer tipo de indício de que possa não ser um documento original. Por isso o documento precisa realmente estar em perfeito estado.



Comente!




*Campos obrigatórios